Minha foto
Sou Anete. Amo A Vida Abundante e gosto muito de falar Dela! Gosto de poesias, poemas, reflexões e livros... "O AMOR DE DEUS É TERNO E ETERNO!" (JOÃO 10.10)!

Seguidores

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Na Veja...












          Na Veja da semana passada, saiu um artigo sobre Como Identificar Um bom Professor (Gustavo Loschpe).

          Achei muito boa a reflexão sobre o assunto. E lá se pergunta o que é ser um bom professor e se tivemos algum que fez diferença no nosso crescimento/vida.

          Tive muitos professores medíocres e que deixaram marcas negativas na minha vida, mas lembro com bastante gratidão e carinho de alguns (poucos mesmo!), que além de serem responsáveis no ensino/preparados (não somente intelectualmente, mas sensíveis e bondosos), deixaram estímulos e exemplo do que vem a ser um aprendizado saudável e construtivo!

          Sei que dentro do quadro de seguidores deste blog se encontram muitos educadores/pedagogos...., e tenho gostado dessa convivência onde vejo o amor, dedicação e perseverança na árdua profissão.

          TORÇO MUITO PELA EDUCAÇÃO/ENSINO NO NOSSO BRASIL!

          AH, ainda bem que as marcas negativas foram bem superadas, transformadas em oportunidades joias na minha caminhada!

Anete













Um Tchau e Um Até Já...



            

20 comentários:

  1. É verdade Anete, temos que superar as marcar que trazemos, que
    e tantos carregam, por causa de alguns professores que não tinham a vocação para o ensino.
    Como isso prejudica o futuro dos nossos jovens...
    Mas temos que superar de alguma forma.
    E aos professores, deve haver mais amor, consciência, dedicação, não é facil... sabemos, mas a vocação é tudo.
    Uma ótima reflexão!
    Beijos Anete! Boa semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  2. Interessante post e tema e temos realmente que nos preocupar om a educação. Ela é importantíssima e abre horizontes...beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo Anete, temos professores e PROFESSORES. Tive durante minha vida também alguns que fizeram a diferença, ainda bem. Foram esses bons professores que despertaram em mim a vontade de continuar aprendendo sempre e cada vez mais. Foram esses professores que me fizeram acreditar que quando queremos mesmo alguma coisa, nós podemos.
    Professores que gostam e acreditam no que fazem. Essa é a diferença.
    Sou pedagoga e procurei sempre passar o que aprendi com os bons PROFESSORES, respeito acima de tudo, sempre!
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  4. Também li está entrevista da Veja e realmente tivemos professores que marcaram nossas vidas com seu ensino e exemplo, os outros..nem me lembro deles. Belo post. Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  5. Anete,

    Assinamos a VEJA aqui, mas ainda não considerei o assunto. Agradeço a dica, pois vou ler!
    Olha amiga, sou do tempo em que diretores, professores, inspetores e alunos andavam no mesmo ritmo, quando o assunto era: educação de berço.
    Tive a sorte de estudar em uma das melhores escolas de minha cidade, na época, embora fosse pública.
    Aliás, as escolas públicas naquele tempo não deviam nada às escolas particulares.
    O ensino era fantástico! As vagas eram disputadíssimas!
    Posso assegurar que não tive professores medíocres embora existissem, viu?
    Mas durante o tempo em que estudei nesta escola, o que vi eram mestres capacitadíssimos, talvez até ocorresse uma luta de ego entre os mesmos, mas quem ganhava com isso eram os alunos, sem dúvida!
    Ano passado, no Dia do Professor, fiz um post relatando parte dos meus antigos professores em HOMENAGEM.
    E todos eles, sem exceção, ainda permanecem vivos na minha memória.
    Uns mais simpáticos, outros chatinhos, alguns chatões, mas uma coisa é certa: deram o seu recado direitinho.
    Sou grata pelo que aprendi com eles, graças a Deus! Afinal do que falo, amiga?
    De outros tempos, outros valores.
    Hoje...
    Aonde já se viu um aluno agredir fisicamente/verbalmente a professora?
    O que dizer do vandalismo que ocorre nas escolas?
    Que papel os pais dos alunos desempenham atualmente?
    Cansei de presenciar pais defendendo os filhos das acusações feitas pelos professores ou a própria direção.
    Ficava tão nervosa com isso que deixei de ir às reuniões de pais.
    Seu filho deu um soco no vidro da janela, Dona Fulana - disse uma das professoras.
    A mãe respondeu: Como você sabe que foi ele? - retrucou a mãe de modo desafiador.
    A classe inteira viu isso! - respondeu a professora nervosa.
    Mesmo assim a mãe do rebelde teimava em aceitar que seu filho precisava de ajuda psicológica, acredito eu.
    Desculpe escrever tanto, mas é um assunto que me empolga, sabe?
    Obrigada por compartilhar, amiga! Cada dia tô curtinho ainda mais seu espaço, viu?

    Bjksss

    ResponderExcluir
  6. Voltando...

    Anette, ontem preparei um post do qual gostaria que visse, se puder, é claro!
    Tem tudo a ver com Juventude e Educação.
    Vou soltar na sexta-feira, ok?
    Tenho certeza que irá gostar!

    Bjksss

    ResponderExcluir
  7. È verdade Anete, muitos professores marcaram a nossa vida, eu nunca esqueço a minha primeira professora chamava-se Albertina já falecida. estudei com ela da 1º a até a 3º ela foi uma professora nota 10 eu gostava tanto dela q qd ela engravidou ficou com uma cuspideira, ela trouxe para sala uma caixa cheia de areia para cuspir ela cuspia o tempo todo e eu também fiquei do mesmo geito. kk Infelizmente toda a minha alegria de ter uma professora boa e dedicada as vezes até esqueço, pois qd fala em escola só me faz lembrar q a minha filha q não teve a mesma sorte, pois sofreu muito com isso, como ela tinha perdido o pai com 3 anos e meio qd a levei para a escola ela imaginava q eu ia morrer ao deixá-la lá, assim como foi com o seu pai, isso eu vim entender muito depois. O q acontecia as professoras q ela teve infelizmente não tinha paciência porque ela chorava muito, ficavam indiferente com ela. Mudei de escola varias vezes de professor e o trauma ficou até a 3ª serie ainda ela chorava, foram os anos mais difíceis da minha vida, hoje, eu não gosto nem de pensar qd tinha q trabalhar e ter q deixar minha filha chorando numa escola. Tudo porque ela só precisa um pouquinho de carinho e compreensão da professora. Qd ela estava na 3ª serie a própria diretora sugeriu q ela mudasse de classe para ir com outra professora. E como mudou a profª a colocava nos braços,(imagina já na 3ª) abraçava ela, beijava e parou de chorar. Mas o q passei só Deus sabe.
    ela entrou na escola com 02 aninho, depois q o pai dela morreu é q ela não quis mais ficar na escola então é q ensinei ela em casa do maternal até alfabetizei)aos 05 anos foi então q ela retornou e qd td começou de novo. Por isso
    é a pura verdade Professores podem trazer marcas positivas/negativa. Sei q tem muitos professores q são muito mais q professores são anjos em nossas vida. bjsss Anete fica na paz

    ResponderExcluir
  8. amei o post flor sou professora e acredito q os professores podem e devem fazer a diferença na vida dos alunos!
    Obrigada pela visita no blog!
    Bjs e volte sempre
    Bel Carvalho
    http://bybelcarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Bom dia querida, é realmente não vi o comentário que postei ontem rsrsrsr mas sem problemas. Esses blog as vezes da umas doidices rsrsrs! Beijos lindo dia pra você com muitas bençãos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário foi lindo/muito significativo, por isso gostaria q refizesse... Mas... Verei se trago do email pra cá... Rsssss...

      Beijos, muita paz...

      Excluir
  10. Oi

    Linda postagem........
    Obrigado pela vst,adorei
    Volte sempre que puder,será muito bem vinda

    Um lindo dia pra vc!!!!
    Bjosss

    ResponderExcluir
  11. Lucélia Mendes - Blog Papo de Mulher19 de fevereiro de 2013 14:53

    Olá Anete, belo post
    Eu não pude terminar a escola quando cheguei na 8ª série que hoje chamamos de 9º ano. Mas no ano de 2009 eu conclui os estudos. No EJA (educação para jovens e adultos) tive um professor de português/técnica de redação que fez toda a diferença mesmo na minha vida adulta. Aprendi muito sobre literatura e como escrever. Uma pena que quando minhas filhas passaram para o ensino médio este professor já tinha se aposentado.
    Peço a DEUS que ilumine os professores/educadores e guarde das maldades de certos alunos. Afinal sem o ensino fundamental ou médio não se formam os engenheiros, doutores etc... Um tchau pra você também querida e tenha uma linda noite!
    Beijos

    http://papodemulheremaisumpouco.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucélia, viu aí o que fiz?! Rsss... Transportei o seu comentário/email e fiquei feliz à beça...

      Ao ler o q escreveu, lembrei de 2 professores marcantes: um de Física no 2º grau e outro de Português no cursinho... Puxa, o jeito deles de ensino e conversa era fera; ensino e camaradagem que ficaram firmados no meu trajeto... Ah, sem falar na minha 1ª professora, tb a da 2ª série e a da 3ª: Anésia, Eunice e Marluce, inesquecíveis!

      Gostei deste post... Beijos

      Excluir
  12. OI ANETE!
    QUANDO UMA CRIANÇA VAI PARA A ESCOLA, LEVA CONSIGO TODA UMA PERSPECTIVA, QUE PODE SER CANALIZADA PARA SUA REALIZAÇÃO EM TERMOS DE AFETIVIDADE, RESPONSABILIDADE E APRENDIZADO. DAÍ A IMPORTÂNCIA QUE ESTA PESSOA, NA FIGURA DO PROFESSOR TEM.
    BOM POST AMIGA.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    É muito facil identificar os bons e os péssimos. Eu li este artigo e fiquei lembrando de minha filha que não aprovou a didática do professor de matematica. - Afff... logo esta materia. - pensei! Mas como os pequenos podem se proteger do mau ensino?! Complicado.

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Anete,que lindo texto!Tb tive professores que envergonham a classe mas, alguns me marcaram de modo positivo pra vida inteira!Adorei te reler!bjs,

    ResponderExcluir
  15. Passando para te desejar uma boa quarta!! Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  16. Oi Minha Amiga Querida
    Obrigada por Participar do Sorteio

    Beijos no seu Coração e uma Linda Quarta-Feira
    Andrea

    ResponderExcluir
  17. Querida Anete!
    Li o artigo e amei... é realmente uma boa reflexão!
    Também torço pela educação no Brasil e tenho esperança
    de vivenciar um futuro melhor.
    Abraços! Boa noite e lindos sonhos pra ti.

    ResponderExcluir
  18. Oi amiga.
    Ainda bem as marcas negativas foram superadas. E o resultado desta superação é esta poetisa maravilhosa e encantadora.
    Bem minha flor eu espero estar deixando algumas marquinhas positivas ao longo desses 35 anos na jornada educacional que exerço com prazer, amor e profissionalismo.
    O artigo é bom e nos possibilita uma ótima reflexão.
    Beijinhos minha flor de amiga

    ResponderExcluir