Minha foto
Sou Anete. Amo A Vida Abundante e gosto muito de falar Dela! Gosto de poesias, poemas, reflexões e livros... "O AMOR DE DEUS É TERNO E ETERNO!" (JOÃO 10.10)!

Seguidores

sexta-feira, 13 de março de 2020

Uma Porquinha Especial...









     Já há alguns anos tenho criado "uma porquinha" terapêutica e amiga, rsss, trata-se de um cofrinho em que vou depositando uns trocados e me divertindo enquanto ela engorda. Já tive várias desse tipo e até um caju amarelo que adquiri no Nordeste. No final de um certo período, abria com satisfação e contentamento. Que prazer é ver que, enquanto o tempo passa, vou economizando uns dinheirinhos e posso me dar de presente alguma coisa bem útil e agradável lá adiante. De seis anos pra cá, num passeio que fizemos a Paris, compramos esta que aparece na foto e que tem me feito uma ótima companhia.


      Especialmente antes de ontem, demos uma saidinha a dois e compramos um liquidificador e um espremedor de laranjas mais modernos, com a poupança que "a porquinha especial" nos possibilitou. Os outros cofrinhos quando terminava "a engorda", quebrava e era uma despedida saudosa. Já com esta é diferente, abrimos numa "brechinha" que ela tem e, depois, continua a sua jornada numa nova contagem. E desta vez, gente, ainda ficou uma boa quantia para oportunamente. Pequenininha, minha porquinha, mas tão especial e rendeira...


     Pois é, vou colocando aos poucos e, enquanto o tempo passa, vou divertidamente desfrutando de algo com bons resultados.


     Novamente compartilho um detalhe do meu dia a dia... 


     Grande abraço, 
Anete





 




*********************************
"A palavra proferida no tempo certo
 é como frutas de ouro
 incrustadas numa escultura de prata."
Provérbios 25.11
*********************************





(Cliques Anete)
     

14 comentários:

  1. Bom dia de muita paz, querida amiga Anete!
    Tive uma tia que ganhava por idade seu salário e seu cofrinho lhe dava boas surpresas. Só colocava moeda de um real... RS ...
    Assim como você, quando abria,no fim do ano, era uma ótima surpresa.
    Preciso de uma porquinha e nem precisa ser de Paris.😻
    Que Deus proteja Brasília do Vírus malvado!
    Tenha dias abençoados e felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Esses cofrinhos são muito bons e aqui, colocamos as moedas pro Neno e Marina e depois vamos nas máquinas pra elas lá ficarem e recebemos o dinheiro em notas. Assim as moedas circulam e sempre dá uma graninha que deixa Neno feliz,rs Lindo post! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde:- Quando era m ais jovem também tive um cofrinho assim. Uns meses punha, noutros tirava. Acabou o cofrinho por "emagrecer" e se partir de velhinho.... e vazio
    .
    Deixando cumprimentos poéticos.

    ResponderExcluir
  4. Também já tive um mealheiro muito parecido com este porquinho.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Anete,
    Uma ótima ideia essa porquinha para de vez em quando poder adquirir utilidades.
    Já pensei muitas vezes em ir colocando alguns euros numa caixinha, para minhas despesas pessoais.
    Gostei desta linda partilha.
    Beijinhos e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Também tenho um cofrinho que abri no início de janeiro. Tinha um bom dinheirinho que me ajudou a pagar a conta da Claro e a da Internet também!
    Um pouco de moedas que vamos juntando pode salvar a pele!

    ResponderExcluir
  7. Também faço o mesmo!!!
    👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  8. Olá Anete
    Legal o seu cofrinho, é importante juntar uma graninha. O meu esposo tem um cofrinho e ele sempre compra algo útil. Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Já possui vários cofrinhos, uns tinha paciência em enchê-los, outros não. O último que enchi, infelizmente, não usufrui nenhum pouquinho, alguém levou, achando que estava juntando para ele ou ela. Mas, é como minha saudosa mãe dizia: só perde quem tem!
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  10. Bom dia de domingo Anete.
    Amei esta porquinha rendeira e uma bela aquisição compensatória.
    Show não a ter perdido e vamos que vamos poupar.
    Duplo abraço na paz de Cristo.

    ResponderExcluir
  11. Uma excelente ideia para ir colocando uns dinheiritos de parte.
    Tenha uma excelente semana
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Cresci sem semanadas e mesadas...
    Para a minha filha comprei porquinhos para que se habituasse a poupar... O último também tinha abertura...
    Essa porquinha gordinha é uma gracinha, tanto como a sua interessante a sua postagem.
    Por aqui é um desassossego com o tal dito cujo do/e coroa...
    Vamo-nos preparando para a grande emergência...
    Familiares que não se beijam, usam máscara e ficam a um metro de distância... Já tenho saudades de abraçar a minha filha.
    Beijinhos
    ~~~~~

    ResponderExcluir
  13. Ah já fiz isso e lembro que era muito bom, eu ainda era solteira e abria o cofre qd tinha um torneio no campo de futebol da minha rua e aí comprava pipoca e picolé pra garotada da rua, era uma festa .

    ResponderExcluir
  14. :-)) Eu tenho um porquinho, assim no género... com umas flores desenhadas... o problema... é que eu esqueço de engordar ele!...
    Vou passar a dar-lhe uma comidinha de vez em quando... :-D
    De vez em quando, estes dinheirinhos extra, dão mesmo jeito... mas aqui no momento... até já há estabelecimentos comerciais que não aceitam mais dinheiro... por ser uma potencial fonte de contágio... tudo deve ser pago com cartão... independentemente de qual seja o valor... estou super orgulhosa, no momento, com o bom senso que o nosso Presidente da República e Primeiro Ministro, têm revelado... e a calma que têm transmitido ao povo português. Itália está a servir-nos de lição, para anteciparmos comportamentos. Por lá desvalorizou-se esta virusice, e já ocorrem 1000 mortes por dia... ontem... hoje, serão mais ainda, quase de certeza... e contudo... continua por lá gente passeando e convivendo nas ruas... se cada um for passear, correr... e fazer o que bem lhe apetece... está a contribuir para manter a cadeia de contágio... e a contribuir para que o record de mortandade da China, seja de longe ultrapassado... mas cada qual pensa que é intocável... fazer o quê, quando a mentalidade das pessoas, não dá para mudar comportamentos, nem sequer para seu próprio beneficio?...
    Beijinhos! Feliz domingo!
    Ana

    ResponderExcluir